27 de dezembro de 2006

no fim do cabo

Doug Burgess

neste cabo da vida penso os cabos - há os que levam e trazem luz

outros, palavras dentro, como murmúrios de aves arrolhando

há-os de alta tensão. tensões que temos e só passam nos cabos

lá tão altos não vá alguém tocar-lhes e saber-nos

os que servem para, sem nos sentirmos, nos ouvirmos

são cabos de distância. cabos-espera. cabos palavra vinda lá de longe

cabos silêncio interrompido. distância encurtada. estrada adiada.


não passam pelos cabos estados de alma nem sentires profundos

porque os olhos não passam. não falam. não transmitem

mesmo que as almas gritem podem ouvir-se risos suaves

sem ninguém que os desdiga. disso são os cabos incapazes


mas se o que quero é dizer-te o que nunca direi

para que escrevo eu sobre telefone?

poderia bem dar-lhe um outro nome

amor irracional paixão segredo afago...

era menos prosaico. ao fim e ao cabo.

Comments:
Acima de tudo encurtam distâncias e aproximam-nos um pouco mais... Estou no http://www.heliosfera.blogger.com.br
 
Ao fim e ao cabo ficam as palavras. As tuas e outras. Ficam as cores e os sons; perduram nos olhos.
Gostei. Agradeço as tuas.
bj
Gui
 
Não estou de férias - estou muito de "molho", em banho-maria, entre dois fogos (eu/sim e eu/não), no cabo do medo, às vezes. No cabo do mundo que imagino. Na península de Kamchatka. Na ilha da Páscoa fugindo ao natal e cortejo. Gostei do teu riso, agora plantado para colher. Somos quase da mesma idade, não do riso. Continuo a seguir as tuas palavras-pedras. Há manias, eu tenho a mania de gostar de coisas sugeridas. Tu sugeres-me. Fazemos uma rodinha "bom barqueiro, bom barqueiro, deixai-me passar..." Mando-te um abraço e um beijinho com as letras todas. E BOM/BEM 2007. Quem sabe se a gente se vê, ou escreve, ou vislumbra, ou ajuda...?Quem sabe se a gente se sabe?
 
Bettips, além de um sorriso, fica um e-mail:

estradairreal@hotmail.com.

SE soms da mesma era havemos de saber dançar de roda ainda. :)

Bjs aparece.
 
ou non, eu li-te. mas estou mais na fase não séria e comentar-te sai asneira! (minha claro)

tenho de abrandar a parvalheira :)

desde a maldita viagem de natal fiquei assim ehehhe nem sei como os sogros me aturam (imagina, até disseram ao marido que me aturou o tempo todo a refilar para cuidar de mim, coitado - que aquilo nem invenção é!!)

resumindo, fui a alegria do fim de 25 (quase não chegávamos) para não dizer o bobo da corte! mas todos sabem quem são os lusitanos ahahahah

bejes e quando for uma rapariga séria, capaz e boa pessoa volto
...
não
....
bejes e quando estiver mais concentrada volto (de outra forma arrisco-me a não voltar mais!!)
 
Ó Rapariga, tu és sempre benvinda venhas como vieres.
Nem te atrevas a deixar de frequentar a casada avó. ahhahah

Já passou! aleluia!

Beges. :)
 
delicias

palavras
 
Se não conseguisse aqui chegar, dava "cabo" do meu PC.

Desejo um excelente 2007, cheinho de inspiração!

Saudações infernais!
 
Non


deixo um beijo e um sorrido.



della
 
Non

ops...leia-se "sorriso"

(teclado novo e eu perdida)

della
 
Olá vim desejar-te um ano novo cheio do que mais desejas, eu que sou um visitante assiduo do teu espaço. Fica bem
 
Beges comadre
Ele há os postis e o Post dos postis...com linha
otro bege
 
olha ,o passarão ressuscitou ... precisamente como o outro ... ao terceiro dia
deste.lhe com algum cabo na mona?

... e cavo antes de ser corrida à paulada

bejes

___________________

à parte a beleza de mais um texto

___________________

mas estou como a Teresa
prometo voltar quando a poeira assentar
 
há qualquer coisa que me guarda o doce na caixinha dos...

...AMORES PERIGOSOS...

...os que causam alegria e dor
 
cabos

de boa-esperança.









B.
______________________
 
Exmos.(as) Senhores (as)
O Espaço t – Associação Para o Apoio à Integração Social e Comunitária vai realizar nos dias 22 e 23 Março de 2007 o V Congresso Internacional, intitulado “Morte, Cultura e Arte” que terá lugar no Seminário de Vilar – Rua de Arcediago Vanzeller, Porto.
Esta iniciativa surge integrada num ciclo de congressos bianuais, com o objectivo de discutir temáticas que de outra forma não seriam debatidas.
O Espaço T promove assim um espaço de reflexão sobre a morte e as diferentes formas de ver e sentir, nas diferentes culturas de um mundo multicultural. Os três anteriores congressos “A Arte pode ser Terapêutica?”, “ O Onírico, a Arte e a Terapia” e “O Silêncio, O Ruído e Tudo o Resto”, contaram em cada um deles, com a participação de aproximadamente 800 congressistas.
Segundo Jorge Oliveira, presidente do Espaço T “iremos reflectir sobre a morte do corpo e de todas as outras mortes, que desde o nascimento surgem num corpo ao qual podemos chamar templo das mortes. Perspectivar os vários conceitos de morte/vida e o papel da morte na vida”.
Este congresso conta com cerca de 40 palestrantes nacionais e internacionais, que de alguma forma, irão debater esta temática, resultantes das suas actividades profissionais, bem como das suas vivências pessoais e culturas.
Nomes como Daniel Serrão (médico), Moisés Espírito Santo (sociólogo), Filipa Gonçalves (transexual), Pinto da Costa (médico legista), José António Luz (espírita), Elisabete Dâmaso (Cientologia), David Oakford (near-death experience) entre muitos outros. ….
A mesa de Honra deste congresso é presidida pelo Presidente da República – Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva.
Este Congresso, para além de inúmeras surpresas que acontecerão durante estes 2 dias, terá um jantar denominado “ Manjar dos Deuses”.
Gostaríamos que a V. Instituição pudesse estar presente neste

Participe neste projecto divulgando-o!


“Com a morte de cada homem termina um universo cultural específico, mais ou menos rico mas sempre original e irrepetível. O que o homem deixa quando morre – os seus escritos, os objectos culturais que criou, a memória da sua palavra, dos seus gestos ou do seu sorriso naqueles que com ele viveram, os filhos que gerou – tudo exprime uma realidade que está para alem do corpo físico, de um certo corpo físico que esse homem usou para viver o seu limitado tempo pessoal de ser homem.”
Daniel Serrão
In "Viver, envelhecer e morrer com dignidade"

Programa do 5º Congresso Internacional do Espaço T
“Morte, Arte e Cultura”

22 DE MARÇO 2007
9:00 Entrega da documentação
9:30 Sessão de abertura
10:30 Conferência "choramos a morte e afinal que enigma é este?"
11:00 Café paraíso
11:15 Mesa redonda "morte e culturas"
13:00 Almoço
14:30 Mesa redonda "a morte do prazer vs o prazer da morte"
16:00 Sumo dos anjos
16:30 Mesa redonda "a morte passou por mim"
21:00 Jantar social "manjar dos deuses"

23 DE MARÇO 2007
9:30 Mesa redonda "a morte nas artes "
11:00 Café supremo
11:15 Mesa redonda "do nascimento à morte vai um passo e depois?"
13:00 Almoço
14:30 Mesa redonda "tantas mortes num só corpo: templo das mortes"
16:00 Porto sentido
16:30 Mesa redonda "cuidar a morte antes da morte"
17:30 Conferência: "o que nos dizem os mortos?"
18:30 Sessão de encerramento

DATA LIMITE DE INSCRIÇÕES: 19 DE Março de 2007
INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES: ESPAÇO T – Att.: Cristina Afonso
Rua do Sol, 14, 2º; 4000-527 Porto / Portugal
Telef.: 351 22 340 37 12 / E-mail: espacot@espacot.pt

Leonel Morais


Departamento de Comunicação e Imagem
 

Enviar um comentário





<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?