14 de novembro de 2006

tira-me do escuro

só tu podes.

só tu tens mãos de luz e eu tenho medo

medo de me perder. de me esquecer

de como era a vida quando te tinha perto

ainda que incerto

vem. acende a luz

e a seguir:

não voltes a fugir.

vem. meu amor.

sabes, o mundo sem ti não fica escuro apenas

fica mau. fica muito pior. e dói.

e a dor, quando é demais

corrói.





Foto: TN Cameron


Comments:
A música e todo o resto neste blogue, provoca-me um desassossego que a vontade não domina. Porque será????

Paulo
 
para quem sabe/acredita que a vida continua também sente/acredita que chamando/aquietando quem foi não deixa seguir nem um nem outro.

há aquele momento em que é necessário largar. mesmo que doa.

assim penso eu, claro, já fiz. e fiquei só.

boa noite
 
A dor é como uma boca de fogo.no entanto, é das ruínas que nascemos e se renova a força, a sede de reconstruir.

Um abraço forte.
Também cá voltarei mais vezes:)
 
non

li...volto

della
 
Maravilhoso!
Tocou-me profundamente!
Beijinhosss
 
"a dor, quando é demais

corrói."

... depois mais tarde curar é difícil e custoso, pois a corrosão deixou as suas marcas


:)
(gosto da música)
 

Enviar um comentário





<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?